Serviços aos Investidores

Perguntas Frequentes

As ações do Banco PINE estão registradas para negociação na Bovespa sob o código "PINE4", admitidas à negociação no "Nível 1" de práticas diferenciadas de governança corporativa.

As ações do Banco PINE garantem aos seus titulares os seguintes direitos:

Cada ação ordinária concede ao seu titular direito a um voto nas assembleias gerais de acionistas. Os titulares de ações preferenciais não têm direito de voto.

A Lei das Sociedades por Ações estabelece que as ações sem direito de voto ou com voto restrito, incluindo as ações preferenciais do Banco PINE, passam a conceder direito de voto irrestrito caso a Companhia deixe de distribuir, por três exercícios sociais consecutivos, qualquer dividendo fixo ou mínimo concedido a essas ações até que a respectiva distribuição seja feita. Uma vez que o Estatuto Social do Banco PINE não estabelece dividendos fixos ou mínimos, suas ações preferenciais não podem adquirir direitos de voto irrestrito em decorrência da não distribuição de dividendos prevista acima.

De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, qualquer mudança nas preferências ou nos direitos que afetem patrimonialmente os titulares das ações preferenciais, ou na criação de uma classe de ações com prioridade sobre as ações preferenciais, deve ser aprovada pelos titulares de ações ordinárias em uma Assembleia Geral de Acionistas, e somente será eficaz após a aprovação pela maioria dos titulares de ações preferenciais reunidos em assembleia especial. Nessas assembleias especiais, os acionistas preferenciais votam como uma classe especial.

A Lei das Sociedades por Ações concede aos titulares de (i) ações preferenciais sem direito de voto (ou com direito de voto restrito), representando, pelo menos, 10% do capital social total e de (ii) ações ordinárias que não fazem parte do grupo de controle, representando, ao menos, 15% do capital votante total, o direito de eleger um membro de seu Conselho de Administração e seu suplente, a ser votado durante a Assembleia Geral Ordinária. Se nenhum dos titulares não controladores detentores de ações preferenciais ou ordinárias atingir os respectivos limites descritos acima, os titulares de ações preferenciais e ordinárias, representando, pelo menos, 10% do capital social, poderiam combinar suas participações para indicar um membro e um suplente para o Conselho de Administração. Tais direitos somente poderão ser exercidos por aqueles acionistas que comprovarem que mantiveram suas participações combinadas sem alterações durante, no mínimo, três meses antes da data da Assembleia Geral Ordinária.

Os titulares de ações possuem certos direitos que não podem ser alterados no Estatuto Social ou nas assembleias gerais de acionistas, incluindo (i) o direito de voto nas Assembleias Gerais de Acionistas, no caso de detentores de ações ordinárias; (ii) o direito de participar na distribuição de dividendos e juros sobre o capital próprio e de compartilhar os seus ativos remanescentes no caso de liquidação; (iii) o direito de preferência na subscrição de ações ou títulos conversíveis em ações em determinadas circunstâncias; e (iv) o direito de recesso em certos casos. Além desses direitos, o Estatuto Social e a maioria dos acionistas com direito de voto podem estabelecer direitos adicionais e, da mesma forma, removê-los. Finalmente, em caso de alienação, direta ou indireta, a título oneroso do controle da Companhia, tanto por meio de uma única operação como por meio de operações sucessivas, detém direito de alienação de suas ações (ordinárias e preferenciais) nas mesmas condições asseguradas aos acionistas controladores alienantes (tag along com 100% do preço).

Todos os fatos relevantes, anúncios de resultado e demais comunicados ao mercado do Banco PINE são divulgados de maneira simultânea na CVM/Bovespa e na área de Relações com Investidores do website da Companhia (http://www.pine.com), além de posteriormente encaminhados por correio eletrônico às pessoas que se cadastram para receber as informações. Para se cadastrar, favor clicar aqui.

As demonstrações financeiras completas são publicadas anualmente nos jornais Valor Econômico e Diário Oficial do Estado de São Paulo. Demonstrações financeiras trimestrais, press releases, apresentações, fatos relevantes e avisos aos acionistas estão disponíveis na área de relações com investidores do website do Banco PINE (http://www.pine.com). Outras informações sobre a Companhia também podem ser obtidas nos sites da Bolsa de Valores de São Paulo (www.bmfbovespa.com.br) e da Comissão de Valores Mobiliários (www.cvm.gov.br).

O atendimento aos acionistas do Banco PINE, para consultas sobre dividendos e custódia de ações, é efetuado em agências especializadas do Banco Itaú e também pela central de atendimento aos acionistas: (11) 3003-9285 - Capitais e Regiões Metropolitanas, 0800 7209285 - Demais localidades.

Banco PINE S.A.
Av. das Nações Unidas, 8.501 - 30º andar
CEP 05425-070 - Pinheiros - São Paulo, SP
Telefone: +55 (11) 3372-5200
Fax: +55 (11) 3372-5343
http://www.pine.com

Raquel Varela Bastos
Diretora de RI, Captação & Distribuição, Marketing e Imprensa
E-mail: ri@bancopine.com.br

Consultas sobre pagamento de dividendos e custódia de ações

O atendimento aos acionistas do Banco PINE é efetuado em qualquer agência do Banco Itaú e também pela central de atendimento aos acionistas (INVESTFONE):

(11) 3003-9285 - Capitais e Regiões Metropolitanas
0800 7209285 - Demais localidades.

Quaisquer questões não relacionadas a analistas e investidores devem ser encaminhadas para o Fale com RI do PINE.

O atendimento aos acionistas do Banco PINE é efetuado em qualquer agência do Banco Itaú.